quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Pra começar bem o dia 2


Senhora Gramática

Senhora gramática
perdoai os meus pecados gramaticais.
se não perdoardes
senhora
eu errarei mais.

[Solano Trindade. O Poeta do povo. São Paulo, Ediouro/Editora Segmento Farma, 2008. Solano Trindade, *1908-+1973, poeta popular pernambucano, foi autor engajado, preocupado com questões sociais, principalmente as dos negros como ele. Fundou e dirigiu movimentos culturais, sobretudo na área do teatro. Este poema é da faceta menos conhecida de sua obra, a do humor cotidiano. Sua família acaba de publicar este volume com as obras completas do poeta. Solano foi um dos homenageados da IV Fliporto].

7 comentários:

Maria Muadiê disse...

Maravilha.
Gosto muito muito de Solano.

paloma fonseca disse...

Trindade provocador da gramática... rs

miro paternostro disse...

afemaria! eu acho que eu teri de rezar rosários e mais rosários...

Nilson disse...

Deusa insana, essa gramática!

paloma fonseca disse...

Janaína, na seleção para o doutorado há 41 candidatos para 23 vagas. Considerando que é provável que eu não obtenha nota máxima na avaliação do projeto (a comissão pode considerar que o problema esteja pouco delimitado ou que esteja faltando uma pergunta de investigação), estou com poucas esperanças na seleção deste ano...

anjobaldio disse...

Virei sempre visitar teu blog. Grande abraço.

Janaina Amado disse...

Anjobaldio, volte sempre. Maria Muadiê, também virei fã do Solano. E essa senhora gramática... atrapalha mesmo todos nós!
Paloma, calma, acho que vc. vai ser selecionada para a entrevista, sim - aí, é só caprichar. Beijo a todos.