segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Tarô pessoal, carta 6


Cavalo-marinho

Como o camaleão, mudo de cor segundo as necessidades. Meus rituais de acasalamento consistem em cambalhotas. Dentro do meu grupo, os machos, não as fêmeas, é que guardam os ovos, numa bolsa situada na ... cauda! Quando esses ovos se rompem, os machos expelem as crias em violentas contrações.

Meus olhos são independentes, posso mover cada um deles separadamente, para onde, quando e como quiser. Sou chamado cavalo, porém vivo na água. Nado em pé, sempre na vertical. Ao nascer, sou transparente. Quando adulto, trago na cabeça filamentos, como crinas. Mas tenho também barbatanas. Meço cerca de um centímetro ao nascer, quando adulto sou pequeno e frágil, mas ainda assim fui escolhido pelos deuses para guiar a imponente, impressionante carruagem do grande Poseidon (Netuno), deus dos mares.
Eu sou O Improvável, aquele que tem pouquíssimas probabilidades de acontecer. No entanto aconteço, existo, sou parte da vida do planeta, encanto.
Você vai me deixar entrar em sua vida?
* Imagem daqui

11 comentários:

aeronauta disse...

Incrível, Janaína, essa é a minha carta para hoje.
Lindo demais seu texto!

Ana Tapadas disse...

Texto encantador...este improvável!
Beijinho

cirandeira disse...

Interessantíssimo esse teu tarô, Janaína. Essa maneira de dar a voz
a um ser que não fala, acho bem original. Dá-nos a oportunidade de
vê-lo sob outro ângulo, como um ser vivo, de fato.
Lembrei-me também do cavalo marinho cantado pelo Quinteto Violado:
"Cavalo marinho, chega mais pra diente, faz uma mesura pra toda essa gente..." É realmente um ser mítico, que tem inspirado muita gente boa, haja vista...!?
Bjs

Edu O. disse...

Sempre bom teu tarô!

Gerana disse...

O improvável: é de arrepiar.

I.Moniz Pacheco disse...

Que tarô é esse! Com textos fortes, delicados e curiosos.
Gosto, sou fã do cavalo marinho e aprendí hoje mais um pouco sobre ele. Tenho-o tatuado no meu ombro esquerdo.

Bernardo Guimarães disse...

sou fascinado pelo cavalo marinho. e agora? qual a carta mais bela? qual a minha carta? todas, jana, taróloga, profetisa.

xoogle disse...

Engraçado... o primeiro parágrafo a partir de "Dentro do meu grupo..." parece até praga de uma mulher que pariu e agora está revoltada com os homens. Algo como sintomas de depressão pós parto.. rss

Beijoca.

Ivan.

Bipede Implume disse...

Esta carta é também fascinante.
Difícil a escolha.
Querida Janaína tens toda a razão. Devo uma explicação.
No canto superior do meu blog tem um selinho que explica parte da minha alegria. Tivemos eleições, em Portugal, para as as Câmaras Municipais e Juntas de Freguesia. Em Lisboa ganhou, com maioria absoluta, o candidato de esquerda que apoiei. Daí a minha alegria e de de muitos milhares de lisboetas.
No meu entusiasmo esqueci os amigos que não estão a par do que aqui se passa. As minhas desculpas.
Continuo adorando seus textos.
Beijinhos.
Isabel

clarice ge disse...

Encantador. Uma carta muito especial, reflete um ser cuja delicadeza e graciosidade compõem sua força. Uma força amável!
Eu adoro cavalos marinhos. Era pequenina ainda quando ganhei um de presente (acho que foi um souvenir de viagem). A natureza é tão perfeita em sua criação.
carinhos Janaína

Ana Tapadas disse...

Venho para deixar um beijinho e agradecer o comentário e ler de novo o Tarot (está excelente)!