quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Poesia e natureza


[Hoje, apreensiva com a situação de duas pessoas muito queridas que estão doentes, peço saúde para elas. Invoco os dons da poesia e da natureza, duas das mais belas coisas da vida.]

I think that I shall never see
A poem lovely as a tree.

Joyce Kilmer, 1886-1918 (fragmento)

(Penso que nunca verei
Um poema tão bonito como uma árvore)

* Imagem daqui
** Poema enviado pela amiga Amélia Pais

13 comentários:

Anônimo disse...

JANAÍNA,

Estamos torcendo pela rápida
recuperação do James.
Forte abraço do
SIDNEY WANDERLEY

Amélia disse...

Que as pessoas suas amadas recuoer3m - e obrigada pela referência.Esteja sempre á vontade para colocar o que lhe vou enviando e lhe pareça oportuno.
Beijo amigo
Amélia

cirandeira disse...

Olá Janaína, que maneira generosa e sensível a tua, ao invocar a Natureza e a Poesia para ajudar na recuperação de teus amigos. Essa árvore (linda!)sozinha já é um poema! As duas juntas...!
Também quero unir-me a esse sentimento de solidariedade e força, para a recuperação de teus amigos.
Bjs

Nydia Bonetti disse...

Que coisa bonita, Janaína. Também acredito que as criaturas se irmanam - todas - em cantos, louvores, preces... Que com certeza serão ouvidas. Beijo, querida.

A Professora Tia Lilian disse...

Janaína, estou contigo quando disseste que onde tem Van Gogh, vc tá lá.Visite meu blog e deixe seu comentário.Lá o tema é só dele.
wwww.aprofessoratialilian.blogspot.com/
Te espero querida, bjs.
.................Lilian(@"@)

Dalva disse...

Todas as coisas conspiram para o bem... e junto-me às tuas preces!

Beijinho.

I.Moniz Pacheco disse...

Daqui torcendo pela recuperação dos seus.

Bernardo Guimarães disse...

mais um na corrente. tudo vai ficar bem.
um abraço forte pra sentir que estamos com vc.

Aninha Pontes disse...

Espero que tudo já esteja bem com eles.
Mas estou aqui, pedindo aos anjs, todos os cuidados.
Um beijo e bom final de semana.

Chorik disse...

Nada emana mais saúde do que o bom pensamento aliado à natureza. Bj

Ana Tapadas disse...

Espero que os teus amigos tenham melhorado!
beijinho

Ricardo Cabús disse...

Janaína,
Já sabendo e feliz pela recuperação dos seus, deixo abaixo uma tradução do poema do Kilmer. Desconsiderei as rimas (Também acho que ficaria melhor se acabasse em tolos, mas...)

Abraço

Ricardo Cabús

....

Joyce Kilmer

Árvores
Tradução: Ricardo Cabús

Creio que nunca verei
Um poema tão belo quanto uma árvore.
Uma árvore cuja boca faminta está pronta
Para o seivoso e doce seio da terra;
Uma árvore que olha para Deus todos os dias,
E levanta seus braços folhosos em oração;
Uma árvore que pode no verão vestir
Um ninho de pássaros em seus cabelos;
Onde a neve costuma descansar feliz;
Aquela que vive intimamente com a chuva.
Poemas são feitos por tolos como eu,
Mas apenas Deus pode fazer uma árvore.

Joyce Kilmer
Trees
I think that I shall never see
A poem lovely as a tree.
A tree whose hungry mouth is prest
Against the earth's sweet flowing breast;
A tree that looks at God all day,
And lifts her leafy arms to pray;
A tree that may in Summer wear
A nest of robins in her hair;
Upon whose bosom snow has lain;
Who intimately lives with rain.
Poems are made by fools like me,
But only God can make a tree.

Edu O. disse...

Que árvore linda e pela atualização da notícia eles estão se recuperando, não é? que bom!