segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Diálogos (im)possíveis 5

(Foto publicada originalmente aqui)
Diálogo na sombra

– Que dissestes, meu bem?
– Esse gosto.
Donde será que ele vem?
Corpo mortal.
Águas marinhas.
Virá da morte ou do sal?
Esses dois que moram no fundo e no fim.
— De quem falas amor, do mar ou de mim?

[Jacinta Passos, Canção da Partida. S.Paulo: Edições Gaveta, 1945. Este livro será reeditado em breve]

4 comentários:

maria guimarães sampaio disse...

Sembre belos os poemas de Jacintha.

Aninha Pontes disse...

Um gosto de sal, creio ser bem mais agradavel que o gosto da morte heim?
Embora as vezes um entrave na garganta nos dá mesmo a sensação de gosto de morte.
Beijos meu bem.

aeronauta disse...

Bonito poema. Espero que o livro não demore.

Nina Araujo disse...

Bravo!!!E se gostas de Manoel de Barros minha admiração por ti fica descomunalllllllllllllllll!!
Beijos poéticos,Nina.